sábado, 27 de novembro de 2010

Lucro da Construtora Marquise supera os 400 milhões em 2009.

Ultramaratonista Fernando Pangaré comenta o lucro obtido pela Construtora Marquise em 2009, segundo informou o jornalista Egídio Serpa, do Diário do Nordeste.

 

Receita da Construtora Marquise passa de R$ 400 milhões

15/12/2009 - por Egídio Serpa
 
Festa no Grupo Marquise, um dos maiores do Ceará: sua empresa líder – a Construtora Marquise – fechará o presente exercício de 2009 com um faturamento recorde superior aos R$ 400 milhões. Uma das obras que a Marquise executa é a ampliação do porto do Pecém, que inclui a construção do Terminal de Múltiplo Uso (TMUT).
Deus abençoe mais e mais essa construtora! Quem trabalha dignamente tem mais é que crescer.
Pena que tamanho lucro não impeça seu apequenamento mental, afinal, com toda essa grana, ela - mediante determinada declaração pública minha - suspendou nossa parceria - que datava de 2006 - e optou por se negar a pagar pelo período jan/ago-2010, no qual, por ela, sem que sequer um centavo eu recebesse, corri!
Tal atitude impõe, certamente, que a Marquise desconsiderou o Sl. 105.15, que diz '' não toqueis nos meus ungidos ''.

Observe-se que, em julho, alguma coisa acerca da Marquise já havia sido ventilada no blog do Nilo's:

CONSTRUTORA MARQUISE INVESTIGADA POR APRESENTAR DOCUMENTOS FALSOS
 
Por: Donizete Arruda

A revista Veja desta semana traz uma grave denúncia contra a construtora cearense Marquise. Essa empreiteira, uma das maiores no estado do Ceará, está sendo investigada pelo Ministério Público do Amazonas. A acusação é ter conseguido um documento falso da prefeitura de Manaus apresentado em uma licitação ocorrida no estado de São Paulo. Veja já havia questionada há duas semanas a vitória da Marquise na licitação para reformar o Castelão, em Fortaleza.
O presidente da Marquise, empresário José Carlos Pontes, é acusado de utilizar numa concorrência para a limpeza do lixo da capital paulista, uma documentação - atestado que comprova a qualificação exigida no edital - irregular. Segundo nota publicada na coluna Holofote, da revista Veja, desta semana, com o título " Tem lixo sob a Marquise", a construtora cearense " é suspeita usar expedientes nebulosos para ingressar na EcoUrbis, empresa que cuida do lixo paulistano."
Ainda de acordo com a revista Veja, em janeiro passado, a Marquise comprou uma participação na EcoUrbis. " Para prestar serviços à prefeitura (de São Paulo), precisava comprovar experiência em reciclar 9000 toneladas mensais de lixo. A Marquise apresentou um atestado fornecido pela prefeitura de Manaus, que a teria contratado nos anos 80. No mês passado, a certidão teve sua autenticidade contestada. Um inquérito do Ministério Público do Amazonas averigua o caso". Leia mais sobre esse assunto em Veja: www.veja.com.br/holofote.
Postar um comentário

PANGA's SEND!